Polícia

A pergunta que não quer calar: quem contratou o tal hacker?

Sigilo de fonte é uma coisa, criminalidade é outra
Compartilhe nas redes sociais:
Whatsapp

Publicar mensagens hackeadas de celulares de ministros, e se apegar no sigilo de fonte é ser mau caráter.

Anúncios

Pelo menos uma pergunta deve ser respondida.

Quem contratou o tal hacker? Ou hackers?

E quem pagou esse serviço?

Curta O ALERTA no Facebook: clique aqui

Foto: Vicent Yu/André de Abreu

Compartilhe nas redes sociais:
Whatsapp
Anúncios

Deixe uma resposta