Brasil Melhor Política Redes Sociais

Ex-assessor de Toffoli é suspeito de ‘sujeirada’ no DPVAT

Presidente do STF blinda a si próprio contra investigações
Compartilhe nas redes sociais:
Whatsapp

Má gestão do DPVAT, seguro que é obrigatório a todo proprietário de carro chegou a pessoas próximas de Dias Toffoli.

Anúncios

A descoberta veio por meio de uma auditoria promovia por uma empresa externa.

O ex-assessor dele na Corte, Mauro Hauschild, está envolvido em uma investigação que apura a não adoção de boas práticas corporativas dentro do consórcio que administra o DPVAT.

Dentre aquilo que é apurado está até uma festinha de confraternização de funcionários da Seguradora, tudo com dinheiro do contribuinte.

A auditoria apontou ainda que há outras pessoas próximas a ministros do STF e ligadas a políticos que eram pagas para prestar serviços à Seguradora Líder.

Onde há situações suspeitas o nome de Dias Toffoli está envolvido.  Pena que ele esteja blindado das investigações. Blindado por ele mesmo.

Curta O ALERTA no Facebook: clique aqui

Foto: reprodução TV Justiça

 

 

 

 

Compartilhe nas redes sociais:
Whatsapp
Anúncios

Deixe uma resposta

close

Gostou do nosso site? Receba as notícias no seu e-mail!

Insira seu email: